terça-feira, 23 de fevereiro de 2010



Certa vez, a mãe de um menino de dez anos obrigou o filho a
participar das aulas de educação física. um dos exercícios era pular
de uma ponte na água. o garoto morria de medo. ficava no último
lugar da fila e sofria a cada salto dado por um colega na frente
dele, porque em pouco tempo chegaria sua vez de saltar.
um dia, percebendo o medo do garoto, o professor obrigou-o a ser
o primeiro a pular. o garoto sentiu o mesmo medo, mas ele acabou
tão rápido que depois disso passou a ter coragem.
Às vezes, assistimos a cenas semelhantes na nossa vida. pessoas
que têm uma tarefa para realizar ou uma difícil decisão a tomar e
que, por medo de agir, adiam sempre a obrigação.
É uma lição que precisamos aprender: muitas vezes temos que dar
tempo ao tempo. outras vezes, devemos arregaçar as mangas e
enfrentar logo a situação. não existe coisa pior do que adiar

Nenhum comentário:

Postar um comentário