Pesquisar este blog

domingo, 9 de maio de 2010

Fuja da religiosidade

Como conquistar a plenitude? Sabemos que a vida foi criada por Deus


Como conquistar a plenitude? Sabemos que a vida foi criada por Deus. Do barro Ele fez o homem e depois soprou nas suas narinas o fôlego da vida

Como conquistar a plenitude? Sabemos que a vida foi criada por Deus. Do barro Ele fez o homem e depois soprou nas suas narinas o fôlego da vida. Assim é também nos dias de hoje. Deus quer criar em você uma nova vida, quer dizer, bem diferente da que tem vivido. É fato que todos nós enfrentamos problemas e dificuldades. Além disso, vivemos e convivemos com pessoas que não têm o mesmo pensamento, a mesma ideia.

Todavia, apesar de tantas dificuldades e problemas que enfrentamos, Deus continua soprando o espírito de vida para aqueles que estão mortos: mortos de esperança, de perspectiva, sem sonhos, sem qualquer objetivo, perdidos, desorientados. Quando a pessoa confia nas suas próprias forças e talentos e não quer a interferência de ninguém, ela não precisa de Deus. Não se enquadra dentro daqueles que Ele salva. Para o Senhor salvar uma pessoa, esta, por sua vez, precisa estar perdida.

A mensagem do Evangelho é para as pessoas que se encontram perdidas. É o caso daqueles que podem até ser curados de enfermidades, abençoados economicamente e receber pela fé os benefícios que necessitam. Porém, uma nova vida somente acontecerá após a descida do Espírito Santo. Sem Ele não há vida nem chance para vencer as lutas.

Deus não quer que você seja uma pessoa religiosa. Daí a importância do Espírito Santo dirigir a sua vida. Do contrário, você sempre será um religioso que até vai à igreja, cumpre seus votos, dá a sua oferta, os dízimos, e ainda procura andar pautado na Palavra de Deus. Entretanto, mesmo seguindo as doutrinas da Igreja, sua vida é como aquela comida feita com todo carinho e dedicação, mas falta o sal. Quer dizer, fica sem sabor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário