domingo, 9 de maio de 2010

O FRUTO DO ESPÍRITO SANTO - PARTE II
No que tange ao fruto do Espírito Santo, é a resposta imediata de uma vida convertida ao Senhor Jesus; é o resultado de uma vida em constante comunhão com Deus, na Pessoa do Espírito Santo. E o segredo do fruto está justamente em permanecer na árvore.
Da mesma forma, para que possamos evidenciar o fruto do Espírito em nossas vidas, devemos nos manter ligados ao Senhor Jesus. Foi por isso que Ele afirmou: “Eu sou
a videira, vós, os ramos. Quem permanece em mim, e eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.” (João 15.5).
Por outro lado, o fruto do Espírito não pode, em hipótese alguma, ser produzido pelo esforço, ainda que sobrenatural, da pessoa, pois nenhum fruto nasce pelo esforço sobrenatural da árvore. Pelo contrário, ele nasce naturalmente, porque no seu interior corre a vida da árvore.
O cristão autêntico também manifesta o fruto do Espírito naturalmente, porque dentro dele está o Espírito d’Aquele em quem ele crê. Por isso, a vida do Senhor Jesus é vivida novamente através dele, pelo fruto que ele dá. Aliás, este é mais um detalhe da razão pela qual devemos produzir o fruto do Espírito.
O fruto não somente torna evidente a presença de Deus em nossas vidas, mas também manifesta a ressurreição do Senhor Jesus em nós. Agora podemos entender por que o Senhor disse: “...Se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada.” (João 14.23).


Autor: Bispo Macedo

Nenhum comentário:

Postar um comentário