Pesquisar este blog

sábado, 29 de maio de 2010

O que pode e o que não pode fazer



O que fazer? Pode isso? E aquilo? Alem de a fé servir para a justificação diante de Deus, também serve para eliminar as dúvidas que surgem ao longo da vida. Esse é o maior beneficio da fé.

Problemas com o casamento, sexo, vinho e outros tantos são de ordem pessoal.

Quem deve dizer para mim como deve ser o meu relacionamento conjugal?

Quem deve ditar normas de conduta no meu casamento?

Quem deve dizer o que devo ou não beber ou comer?

Obviamente, estas são questões puramente individuais e ninguém tem o direito de conduzir minha vida, salvo a Palavra de Deus.

Mas, e quando a Palavra não é clara com respeito a assuntos de fórum íntimo?

Ora, o Espírito Santo opera em nós instruindo segundo Sua vontade. E quando Ele instrui, é pela fé que Ele o faz. Logo, a fé é o caminho a seguir.

O que para alguns é pecado, para outros não é. E vice-versa.

O fato é que a paz do Senhor Jesus tem de ser o árbitro em cada coração. Se o meu coração está em paz com Deus, quem tem autoridade de me dizer o que devo ou não fazer?

É por isso que a gente tem insistido no novo nascimento. Pois quem é nascido do Espírito é espírito e vive pelo Espírito. Ou seja, pela fé.

Ademais, tudo o que não provém da fé é pecado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário