domingo, 3 de fevereiro de 2013

A mulher " produzida" e a mulher "sábia"


Mulher virtuosa, quem a achará?

Por Bispo Edir Macedo
redacao@arcauniversal.com
Nunca entendi aquela palavra do Apóstolo Paulo: "Eu não permito que a mulher fale na igreja". Até que um dia descobri por que o apóstolo falou aquilo. A mulher é aquela joia preciosa. Ela tem uma importância tremenda, fundamental na obra de Deus. Foi Ele mesmo quem criou a mulher, não foi o diabo. É bem verdade que o diabo tem usado muitas mulheres. Quando, no entanto, a mulher é usada por Deus, quando ela é de Deus, é a coisa mais gloriosa que existe, mais que o homem, no sentido humano.
Quando a mulher é sábia, não somente é sábia para si, mas produz, já que é mulher, homens de Deus, filhos dEle. Dá à luz criaturas que serão expoentes nas mãos de Deus. O homem de Deus também é um gerador de homens de Deus, mas a mulher tem algo maior, algo especial, diferente. Em provérbios 31, a partir do versículo 10, o louvor da mulher virtuosa, o próprio Salomão, cheio do Espírito Santo, cheio de sabedoria, disse: "Mulher virtuosa, quem a achará? O seu valor muito excede o de finas jóias..." A mulher do mundo, que não tem nada com Deus, procura a beleza exterior para enganar, iludir e atrair os homens. Ela se preocupa sobremaneira, põe um perfume, se pinta, e isso tudo é perfeitamente limpo, íntegro e honesto. A diferença entre ela e a de Deus é que esta não se entrega às suas vaidades, porque a mulher de Deus está preocupada com o seu coração.
Veja o que o rei Salomão disse no versículo 29. "Muitas mulheres procedem virtuosamente, mas tu a todas sobrepujas". Ele está falando da mulher virtuosa, e continua dizendo: "enganosa é a graça...". Ele não está falando da graça de Deus, mas da graça da mulher, aquela tipo "garota de Ipanema". Essa graça é enganosa, porque leva os homens, até homens de Deus, a se deixar levar por ela. Eles se casam com essas mulheres e, depois, descobrem o "abacaxi" que levaram para dentro de casa. E aí fica ruim para desfazer. A mulher tipo "garota de Ipanema", a mulher "produzida", com aquele jeitinho que só a mulher sabe fazer para atrair, essa graça não tem valor nenhum diante da mulher de Deus, porque a mulher de Deus, que teme ao Senhor, essa será louvada. As pessoas dizem da "garota de Ipanema": "Tá vendo aquela mulher ali? Viu o corpo dela? Viu como ela é bem feitinha?", e começam a tecer comentários a respeito dela. Todavia, quanto à mulher que é virtuosa, as pessoas dizem assim: "Viu? Que mulher abençoada, que mulher sábia! Ela tem um comportamento exemplar!"
Eu vejo nas mulheres de Deus uma beleza indescritível nas suas atitudes, nas suas palavras, que são doces, e apagam qualquer incêndio ou ira. Vejo nos seus semblantes pureza e santidade. Vejo nas suas atitudes, por menores que sejam, atitudes santas.
Creio que Deus fará uma obra muito grande na vida delas, se quiserem realmente isso, porque este estudo é para pessoas que querem ser úteis nas mãos de Deus, e não para as que não têm nenhum compromisso com Ele.
Depois da presença de Deus na vida do homem, a presença da mulher é a coisa mais preciosa que lhe pode acontecer.
Deus abençoe a todos abundantemente, em nome do Senhor Jesus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário