Pesquisar este blog

domingo, 3 de fevereiro de 2013

Humildade: base do caráter de Deus



Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus

Bispo Sérgio Correa / Foto: Thinkstock
redacao@arcauniversal.com

Cada um de nós precisa, diariamente, fazer uma reflexão sobre as nossas atitudes, no que diz respeito ao nosso relacionamento com as pessoas que nos cercam, em casa, no trabalho, na escola, na igreja, enfim, nos lugares que frequentamos.
Independente de nossa posição social ou nossa posição dentro da igreja, para vermos se estamos exercendo o verdadeiro cristianismo, pois é muito comum observarmos isso no início da conversão, mas a prática do cristianismo jamais se afasta daqueles que nasceram de Deus.
A humildade, por exemplo, é a base do caráter de Deus e daqueles que nasceram d'Ele. Já o orgulho é a base do caráter do diabo e daqueles que nasceram da carne. Observe que o orgulho nasceu antes que houvesse mundo, pois ele nasceu no céu e conseguiu destruir Lúcifer e a terça parte dos anjos do céu, transformando-os em demônios. Já a humildade foi o primeiro ensinamento que o Senhor Jesus se preocupou em dar a Seus discípulos e ao povo, quando iniciou seu ministério terreno:
“Bem-aventurados os humildes de espírito, porque deles é o reino dos céus.” Mateus 5.3
Se fosse o diabo ensinando esse versículo, ele diria: “Desventurados os orgulhosos de espírito, porque deles é o reino das trevas.”
O Senhor Jesus não só ensinou, mas deu exemplo: “... a si mesmo se esvaziou, assumindo a forma de servo, tornando-se  em semelhança de homens; e, reconhecido em figura humana, a si mesmo se humilhou, tornando-se obediente até à morte e morte de cruz”. Filipenses 2.7-8
Conhecemos muitos homens e mulheres que um dia foram um expoente nas mãos de Deus; líderes que faziam a diferença e que ganharam muitas almas nesse mundo, e caíram, porque não vigiaram e deixaram o orgulho entrar no coração, ou nunca haviam nascido de Deus, e, por isso, o orgulho estava escondido e se manifestou no momento de maior ascensão de seus ministérios, e na maioria deles, isso era evidente na maneira arrogante, prepotente e pedante de tratar os seus pequeninos comandados.
Atenção! Não importa se está se tratando de membro, obreiro, pastor, esposa de pastor, bispo ou esposa de bispo, se você não tem em seu espírito a humildade, muito especialmente no tratamento com pessoas que lhe cercam; isto é, se você é uma pessoa que trata mal as outras se fazendo superior a elas, esse espírito não provém de Deus. Cuidado! Veja o que dizem as Escrituras:
“ Antes da ruína, gaba-se o coração do homem, e diante da honra vai a humildade.” Provérbios 18.12
E nós, obreiros, membros, pastores, esposas de pastor, bispos e esposas de bispo? Será que estamos tratando os que nos cercam com humildade ou com orgulho no coração, nos fazendo superiores a eles?
Pensemos.
Deus abençoe.
Bispo Sérgio Correa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário